Buscar
  • DanielaFlausino

OPERÁRIO GANHA INDENIZAÇÃO POR TER CORPO REVISTADA NA SAÍDA DA FÁBRICA


A RM Manutenção Industrial e a FCA Fiat Chrysler Automóveis Brasil Ltda. foram condenadas pela Segunda Turma do Tribunal Superior do Trabalho a indenizar um montador de telhados que era submetido a revista íntima na saída da fábrica. A revista não era apenas visual em bolsas e sacolas, mas física, por meio de apalpação no corpo. O empregado contou na ação trabalhista que foi contratado pela RM para prestar serviços na unidade da FCA Fiat em Betim (MG). Segundo relatou, diariamente era submetido a revista pessoal na saída da fábrica. A fiscalização era feita por um segurança com toques de mão em seu corpo, enquanto outro ficava na porta da sala. Segundo uma das testemunhas, a revista era feita “do mesmo modo que uma abordagem policial” ou “igual a revistas ocorridas em casas de eventos", com toque nas partes íntimas. O juízo da 1ª Vara do Trabalho de Betim deferiu a indenização por dano moral no valor de R$ 3 mil. Fonte: TST Processo: ARR-12316-02.2016.5.03.0026


Registro de Sociedade: 12453

©2020 - Daniela Flausino Sociedade de Advogados 

Desenvolvido por:  Pena Comunicação & Marketing

Siga nossas redes sociais: